Amamentação em público – no Brasil e no Mundo

Imagine a cena: você está passeando no centro da sua cidade e uma criança carente com roupas gastas, chinelo e pés sujos te pára. Essa criança te olha e pede por comida, diz que está com muita fome. Você com o coração partido oferece para criança entrar na confeitaria mais perto com você para que possa escolher o que quer comer. Ela fica sem graça e se recusa a entrar. Mas você insiste e então ela cede e entra com você. Escolhe um bolo de chocolate com muito recheio. Você pergunta o que ela quer para beber. Ela te olha como quem não entendeu. Você pede um suco para ela.

Vocês dois sentam no café e a criança come aquele bolo com tanta vontade que você fica emocionada por ter feito ela feliz. Ao sair do estabelecimento, você repara como as pessoas estão te olhando estranho. Porque é tão estranho alimentar uma criança e fazê-la feliz?

A amamentação em público no Brasil

amamentação em publico - parque

Quando eu penso em amamentação em público, é isso que vejo. Uma criança muito carente necessitando ser alimentada por sua mãe. Ela ainda não tem noção de mundo, não sabe que há pessoas que julgam sua mãe por ela fazer isso em público. Ela não gosta quando sua mãe coloca um pano em cima do seu rosto. Seus bracinhos muito ágeis, logo tiram aquele pano chato. Ela quer brincar com sua mãe, enquanto come. O bebê quer apertar o nariz, o peito, as bochechas enquanto se alimenta.

As crianças grandinhas brincam enquanto comem. Batem os talheres na mesa, fazem caretas e tantas outras coisas. Porque as crianças que são amamentadas têm que ficar quietas e imóveis enquanto são alimentadas? É a maneira delas explorarem seu mundinho.

Hoje, agosto de 2017, existem apenas seis estados, que tem uma lei que permite amamentar em público. E que vai além, irá multar a pessoa que repreender a mãe realizar a amamentação em público. Os estados onde a lei já permite são esses: São Paulo, Minas Gerais, Santa Catarina, Mato Grosso, Rio de Janeiro e Tocantins.

Um caso não tão recente, deputada estadual, Manuela D’Ávila (PCdoB), amamentou sua filha, Laura, durante uma intervenção na Comissão de Direitos Humanos da Assembleia Estadual, em Porto Alegre, no final de 2015. No Rio Grande do Sul, não é garantida por lei, mas a foto desse dia correu o mundo, segundo a deputada.

A amamentação em público no mundo

amamentação em público - Mamãe e Cia

Muitos países também procuram defender a amamentação em público e por vezes notícias estrangeiras chegam como polêmicas. A senadora australiana Larissa Waters que durante uma votação amamentou sua filha de dois meses. Vale salientar que no parlamento é permitido amamentar publicamente desde 2003.

A senadora do Partido Trabalhista Katy Gallagher realçou a importância do momento protagonizado pela colega de plenário. “Mulheres têm feito isso em Parlamentos ao redor do mundo. Mulheres vão continuar tendo filhos e, se elas quiserem trabalhar e cuidar do bebê… a realidade é que a gente vai ter que se acostumar com isso [amamentação no local de trabalho]“¹

Outra mulher que causou polêmica foi a Aliya Shagieva, filha do presidente Quirguistão, teve sua foto marcada como “Vulgar” na rede social Instagram. O Quirguistão é uma ex-república soviética predominantemente muçulmana. É socialmente conservadora, mas amamentar em público é visto como algo aceitável. Mesmo sendo permitida a amamentação em público nesse país, as mulheres precisam manter seus corpos cobertos, assim como o bebê. Mesmo assim, a Shagieva teve que excluir a foto, sua família sofreu represália e a sua mãe temia por ela.

A amamentação em público é debatida em vários outros países. No Reino Unido, há três anos atrás houve uma polêmica quando funcionários do restaurante de um famoso hotel, o Claridge’s, pediram a uma mulher amamentando que cobrisse o seio.

Uma mulher afegã de Cabul, Zarifa Ghafari, disse que em seu país é preciso ir a um cômodo separado para amamentar. “Ela não pode fazer isso na frente dos outros. Se ela o fizesse, enfrentaria reações intensas dos membros mais velhos da família. É uma grande questão, mas lentamente a cultura está mudando.”

Outra mulher afegã, Nageen, relatou um passeio em um shopping com sua cunhada.”Nós tivemos que comprar alguns presentes numa loja só para que ela pudesse amamentar seu bebê ali. Ela sentou lá e se cobriu com um lenço grande.”²

Alimentação é uma questão vital

amamentação em público - banheiro

Sabemos que a amamentação é fundamental para o desenvolvimento saudável dos filhos e por isso deve ser defendida. Nossos filhos precisam desse alimento poderoso tanto em nutrientes quanto em amor. Segundo a médica- pediatra Sônia Maria Salviano, integrante do Movimento Mundial de Resgate de Amamentação e Melhoria da Saúde da Criança “o leite materno é fundamental para a formação do sistema imunológico da criança e previne doenças virais e bacterianas, obesidade, intolerâncias alimentares, asma e muitas outras enfermidades”.³

Assim como aquela criança que estava pedindo comida, entrou na confeitaria e fez sua refeição. Da mesma maneira o bebê que se alimenta de leite materno merece receber seu alimento. Amamentação é um ato de amor, de doação e que jamais deveria ser reprimido ou escondido.

Um longo caminho a ser conquistado

hora do mamaço

Ainda existe um grande caminho para não mudar a mentalidade que a amamentação é sexual. Li um texto que falava que a mídia não tem intenção de transformar essa mentalidade, porque enquanto os seios forem sensualizados, darão dinheiro para as campanhas publicitárias.

A amamentação em público continua caminhando. Quanto mais as pessoas famosas (eu acho que elas fazem diferença com relação à isso sim!) começarem a compartilhar suas dores e dúvidas com relação a amamentação, contarem com o auxílio de uma pessoa especializada em amamentação para ajuda-las a terem sucesso, mais fácil será para que a cultura da amamentação em público se torne forte.

Os mamaços tem contribuído para difundir essa ideia. A participação ativa das mulheres que amamentam e defendem a amamentação faz toda diferença. Uma sociedade materna engajada é capaz de mudar muitas coisas nesse mundo. Acredite você também!

¹ Citação extraída: http://www.bbc.com/portuguese/brasil-39868949

² Fonte: http://www.bbc.com/portuguese/brasil-39868949

³ Fonte: http://www4.planalto.gov.br/consea/comunicacao/noticias/2017/conselheira-ressalta-importancia-da-amamentacao

Mãe do Cauê e da Catarina 🙂




Comente