Estímulos X Desenvolvimento do bebê

Você sabe porque é importante brincar com seu filho? Sabe como funciona a dinâmica estímulos versus desenvolvimento do bebê? Sabe qual o seu papel para que o bebê faça coisas esperadas no tempo esperado?

Existe uma tabela base para o desenvolvimento do bebê, você sabia disso? Ela serve como um guia tanto para os pais quanto para os médicos. Inclusive ela está situada na carteira de vacinação do seu filho. Quando vamos ao pediatra, ele costuma fazer perguntas sobre o bebê, não é mesmo? O bebê está mamando só no peito? Dorme bem? Ele balbucia? Já falou alguma palavra? Etc… São perguntas chaves e dentro da expectativa de desenvolvimento da idade dele.

Vocês provavelmente já ouviram a frase “é brincando que se aprende”, e vocês concordam comigo que aprendizado é coisa pra ser levada a sério, não é mesmo?

O desenvolvimento do bebê

marcos do desenvolvimento do bebê
Tabela de marcos do desenvolvimento do bebê de 12 meses a três anos

Os bebês se desenvolvem com estímulos externos e é assim que começam a ter noção de mundo. Depois do primeiro mês, o bebê costuma passar algum tempo acordado e eu lembro que quando isso aconteceu aqui em casa, fiquei surpresa e me peguei pensando: E agora?

São nas horas de interação entre pais e filho, brincando com eles, é que mais estamos estimulando para que se desenvolvam de forma saudável.

Você pode utilizar brinquedos comprados ou fabricar os seus próprios. Uma garrafa com glitter colorido e água pode ser tão divertido e barato, que você nem imaginava! Ou então, acrescente algumas miçangas coloridas dentro da garrafinha e veja a alegria do seu filho com esse novo brinquedo.

Lateralidade

Lateralidade do bebê é um dos estímulos necessários. Com o bebê deitado, ou ele olha para cima ou para um dos lados, então procure fazer o som no lado que ele não está olhando, para que ele procure o que está fazendo o som. Quando ele já estiver mais durinho, você pode brincar de rolar ele: fazer com que ele fique de deitado de lado. Dessa forma ele vai perdendo o “medo” e mais tarde vai fazer com que ele tenha “coragem” para se virar sozinho.

Existe também aqueles tapetes com arcos e muitas coisas pro bebê descobrir. Optamos por dar para as crianças o arco da Calesita, e o tapete dele era uma coberta na sala de casa. Como eles brincaram com esse brinquedo, vocês não imaginam o quanto. Considero que foi fundamental para que as minhas crianças se desenvolvessem. Gostei tanto que emprestei para duas amigas minhas que tinham bebês, pois além de útil, o brinquedo é resistente.

Abertura das mãos do bebê

As mãozinhas, quando eles nascem, tendem a serem sempre fechadas. Muitas vezes você pode fazer uma massagem do tipo shantala para estimular abrir as mãos. Ou então também pode pegar os objetos e colocá-los nas mãos dos bebês deles, para que eles aprendam que podem segurar. Isso é uma verdadeira descoberta pra eles. É muito gostoso ver aquelas mãozinhas tão pequeninas segurando aquele brinquedo enorme… hahaha

Criatividade

Muitas vezes pensamos que nossos filhos SÓ precisam ter os melhores brinquedos para se desenvolverem. Enquanto na verdade eles precisam de carinho, atenção, paciência e um pouco de criatividade dos pais. Certa vez fiz com o Cauê um binóculo com produtos reciclados e ele simplesmente amou aquele brinquedo.

Nós pais não precisamos ser especialistas para que saibamos que brinquedos prontos não incentivam a criatividade das crianças. Normalmente brinquedos tecnológicos permitem que a criança brinque daquela forma e pronto. Limitando por completo a exploração e a criatividade. Porque a verdadeira graça da brincadeira está em criar cenários, viagens, chás e cenas radicais. Na imaginação a criança brincar onde quiser, entendem?

Fiz um post dando várias dicas de brinquedos que vocês podem fazer com materiais reciclados, clica aqui para ler,

A criança precisa experimentar o diferente, o novo! Brincar no barro, na grama e na praia. Sentir a natureza. Sentir os pés e mãos sujos. Brincar com massinha, tinta e argila. Lembra que nessa idade não existe o certo e o errado na hora da brincadeira, é um acúmulo de sensações e de aprendizado.

Explorar essa criatividade faz bem para eles e nós voltamos a ser crianças, pelo menos na brincadeira! 🙂

O que vocês acham que é fundamental para estimular o desenvolvimento do bebê?

Beijos

Karin

Mãe do Cauê e da Catarina, esposa do Diogo Petermann. Casada há 11 anos. Apaixonada por brigadeiro de panela, pipoca e Grey's Anatomy!

2 thoughts on “Estímulos X Desenvolvimento do bebê

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *