4 motivos para ter animal de estimação

Eles são fofinhos, bonitinhos, espertinhos e fazem aquela cara de “João sem dono” quando querem arranjar um lar que deixa qualquer um em dúvida. Ter ou não ter animal de estimação? O Cauê tem um certo medo de cachorros, nunca foi mordido ou assustado, simplesmente do nada. Por esse motivo, já ouvimos várias vezes que ter um cachorrinho em casa seria bacana para ele perder o medo.

A Catarina está na fase das descobertas dos sons e não pode ver um cachorrinho que já começa “au au”. Mas ela ainda tem a mania de colocar tudo na boca, não sei se seria uma boa ideia, pois esse costume ajuda na proliferação de doenças, por isso que crianças em creche pegam tantas “ites” (otites, amigdalite, otite).

4 motivos para se ter um animal de estimação

Estudando um pouco sobre o assunto, achei alguns artigos que fizeram eu pensar na possibilidade de quem sabe, mais para frente ter um animalzinho em casa (isso vai ser uma longa conversa com o meu marido… kkk)

  1.  Redução nos níveis de ansiedade

Crianças que convivem com animais de estimação tendem a reduzir a ansiedade infantil. Parece bobeira, mas eles se preocupam com tudo: escola, casa, irmão, pais, bom comportamento, castigos, etc. Em um estudo recente na Universidade de Oklahoma constatou que crianças que tem bichinhos de estimação são estimulados em afeto, companhia, organização, paciência e responsabilidade. Dessa forma, a criança ganha uma distração e passa viver o presente momento.

  1. Sistema imunológico fortalecido

A velha expressão “vitamina S” é válida aqui também. Para quem nunca ouviu essa expressão, vitamina S de Sujeira. O que sugere que brincar e se sujar faz parte da infância e aumenta o sistema imunológico das crianças. A impressão que temos é que se deixarmos nossos filhos a conviverem com bichos peludos irão adquirir alguma espécie de alergia. Contudo, um estudo realizado na Universidade de Winscosin nos Estados Unidos, afirmou que o contato com pets desde cedo pode influenciar de forma positiva o sistema imunológico e reduzir que as crianças venham a desenvolver certos tipos de alergia como dermatite atópica e asma.

  1. Habilidades sociais

    garota com coelho

Segundo a Universidade de Cambrigde, aqueles que tem vínculos fortes com os animais de estimação ajudam mais aos outros, dividem com mais facilidade e interagem melhor. O fato de ter um bichinho de estimação, estimula o diálogo e a convivência, isso afeta diretamente o comportamento com os demais ao seu redor.

  1. Atividades físicas

Quem nunca disse a frase “Vai pegar a bolinha! ”? Essa é a convivência que um cachorrinho, mais especificamente, pode trazer. Brincadeiras, que na verdade são exercícios. Crianças não param quietas é o tempo todo correndo, brincando, pulando, comendo, brincando, correndo, pulando. Energia abundante. Quando eles têm por volta dos 5 anos de idade já é possível passear com eles. Afinal de conta, eles já aprenderam que os cachorrinhos têm suas necessidades físicas para serem atendidas. Um passeio no parque pode ser muito mais divertido e aquele domingo que você ficaria descansando em casa, pode se tornar um momento inesquecível na vida dos seus filhos.

Para quem está esperando um filho

Ensinar que está vindo um novo ser para a casa é importante. Os animais de estimação são tão amados e carinhosos que podem sentir-se tristes com a chegada do bebê. Ciúmes talvez e por isso você pode aproveitar a gravidez para mostrar as coisas do bebê, contar como será depois da chegada e tudo mais. Eu acredito que eles são bem espertinhos e entendem tudo. Se você começar a ensinar que ele não pode mais dormir na sua cama, mas na caminha dele do lado da sua, vai aprender.

Importante também verificar com o veterinário quais vacinas você vai dar para o animalzinho. Com o ginecologista quais os cuidados que você deve ter também.

Para os pais

garota fazendo carinho no animal de estimação

Ensinar a cuidar do cachorrinho depende dos adultos, as crianças vão aprender a dar comida, trocar a água e participar da hora banho, ajuda a secar ou então a pentear o pelo. Ensinar a não maltratar os animais e também a corrigir de forma amorosa. A forma que eles aprenderem a lidar com os animais levarão isso para a vida adulta também.

Um pet é símbolo de grande responsabilidade banhos e tosa, comida, vacinas e muitas coisas que podem surgir no caminho. Por isso, antes de adotar ou comprar um animal de estimação é preciso colocar no orçamento os custos que a família terá.

 

Mãe do Cauê e da Catarina, esposa do Diogo Petermann. Casada há 11 anos. Apaixonada por brigadeiro de panela, pipoca e Grey’s Anatomy!
Comente