Rotina alimentar saudável desde a introdução de alimentos sólidos

O meu filho sempre teve rotina alimentar, desde bebezinho… Não digo que isso é o mais certo, aliás, longe disso, quero apenas compartilhar a nossa experiência. Então as mamadas foram se adequando com o tempo e à medida que ele se desenvolvia de modo que passou a ser mais ou menos a cada duas horas e meia a três horas. Se formos analisar, ele já tinha estabelecido café da manhã, lanche, almoço, lanche, jantar e ceia… de madrugada é outra história, que não vem ao caso.

Iniciando a rotina alimentar com o Cauê

Com quase 5 meses a pediatra indicou que iniciássemos nas papinhas de frutas e sucos. A novidade foi super bem vista com um apetite voraz. Lembro que por ele chegava a comer duas bananas nanicas. Pera, maçã, mamão, caqui eram parte fundamental do cardápio diário e sempre procurava oferecer uma fruta de manhã e outra diferente à tarde. Claro que isso dependia do que havia disponível na dispensa.

Com 6 meses iniciamos as papinhas salgadas e foi uma diversidade enorme de sabores, era uma alegria para eu ir à feira. Olhava nos display o que havia de diferente que o pequeno ainda não havia experimentado. Primeiro foram as papinhas na forma de purezinhos, depois foram as sopinhas. Época de muito trabalho! E somente aos 7 meses iniciei a janta…

Ele continuava mamando, porém à medida que as refeições com alimentos sólidos foram inseridos, passamos a substituir o peito. Dessa maneira foi mais tranquila a transição para o desmame, aconteceu quando os dois estavam preparados.

Outro ponto importante que eu percebi foi da substituição: não complementava a refeição com mamadeira ou com o peito, então ele aprendeu a comer bem nas refeições de forma a se sustentar até a próxima.

Adaptação da nossa alimentação à alimentação da criança

Claro que dá bastante trabalho preparar a alimentação deles, porque no começo é preciso ser feita separadamente da refeição dos adultos.

Eu ia à verdureira pelo menos duas vezes na semana e abastecia a fruteira e a geladeira. Aproveitava e já planejava o que iria elaborar de papinhas para ele. Sempre procurei diversificar o cardápio, pensando no colorido. Na rotina alimentar da criança é importante introduzir alimentos diversificados para ter um maior índice de nutrientes. Misture as cores dos alimentos, mesmo daqueles que você acha que não combinam tão bem assim.
Alimentos que não são costumeiros da rotina alimentar da família também deveriam ser incluídos na alimentação da criança. Lembre-se que a criança não tem paladar viciado e por isso podemos oferecer livremente quaisquer alimentos.
Quanto aos temperos, procuro utilizar temperos frescos e nada de industrializados. Eu sei que os industrializados são práticos, mas eles contem alto teor de sódio e gorduras, prejudicando o organismo do bebê.

Procure ajuda profissional

rotina alimentar em familia
Procure adotar uma rotina alimentar saudável para você e sua família, incluindo o novo membro. Se ficar com dúvidas, procure uma nutricionista com especialização em saúde da mamãe e do bebê. Ela poderá te orientar com mais segurança.

Uma boa alimentação e principalmente com horários é importante para o desenvolvimento da criança, ela se torna mais segura devido a rotina. Mostra a criança também que os pais não estão sujeitas somente as vontades dela e que são os pais que mandam na educação e alimentação.

 

Mãe do Cauê e da Catarina, esposa do Diogo Petermann. Casada há 11 anos. Apaixonada por brigadeiro de panela, pipoca e Grey’s Anatomy!

One thought on “Rotina alimentar saudável desde a introdução de alimentos sólidos

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *