Porque os meninos são competitivos?

Os meninos são cheios de energia! As brincadeiras deles sempre são mais explosivas e exigem muito mais do corpo, basta lembrar do futebol ou das lutas. Mas vocês já repararam que os meninos são competitivos? Sou mãe de menino também e é incrível como eles gostam de competir e principalmente pelo ímpeto de ganhar! Vencer ou vencer!

A origem da competição masculina

A característica da competição entre os meninos pode ser observada desde pequenos. Ela foi necessária a ser desenvolvida desde os primórdios da humanidade para garantir a sobrevivência da família e do clã.

Havia a disputa da caça, e mesmo que eles brigassem entre eles, logo faziam as pazes, pois a união do clã era também fundamental para lutar contra outros clãs.

Nesse cenário era questão de sobrevivência ser competitivo. Desde então os homens desenvolveram essa habilidade e são melhores competidores que as mulheres.

A ciência comprovando que os meninos são competitivos

meninos são competitivos - karate

Um estudo realizado pelo biólogo Joyce Benenson comprovou que os meninos são competitivos, que mais importante que o resultado em si, o que vale é competir. Fonte: Universia

Essa conclusão foi possível, ao analisar crianças entre 6 e 8 anos de idade. Observou-se que os meninos interagiam em grupo cerca de 80% do tempo e que ao colocar eles em pares eles alegavam que seria melhor se tivessem um grupo maior. As meninas por outro lado, interagiam em grupo apenas 20% do tempo e procuravam uma amiga com quem pudessem conversar.

Segundo o mesmo estudo, essa competitividade entre os meninos pode ser muito positiva, pois ela faz com que os meninos se comuniquem entre si, e isso pode melhorar a qualidade do diálogo entre eles.

Meninos são competitivos e temos que lidar com isso

meninos são competitivos lidar com a frustração

Não sei na casa de vocês, mas lá em casa, quando o pai quer brincar com o filho, eles brincam pra valer. Eu sempre procuro deixar o meu filho ganhar, ele fica triste e emburrado quando perde. Mas quando a disputa é com o pai, o negócio é irracional. Meu marido sempre fala que não tem essa de deixar ele ganhar, que ele tem que aprender a competir e aprender a perder ou a ser melhor.

Eu, mole do jeito que sou, fico com o coração dividido. Por um lado, ele tem razão de pensar assim, e agir assim também. Meu filho tem que aprender a ser competitivo e aprender a lidar com a frustração.

Meninos são competitivos entre eles. Tudo vira motivo de uma disputa: querem saber quem chega primeiro na sala de aula, no fim da quadra, na lanchonete. Querem ser os melhores do futebol, fazer o melhor desenho, o maior sorvete, etc.

Se deixar eles competem o tempo todo e por tudo!

 

Entender que os meninos são competitivos faz parte da vida de mãe. Principalmente para que possamos lidar com essa masculinidade toda, que está apenas iniciando. Ser mãe de menino é uma bênção e as suas características singulares só nos fazem amá-los ainda mais.

Mãe do Cauê e da Catarina, esposa do Diogo Petermann. Casada há 11 anos. Apaixonada por brigadeiro de panela, pipoca e Grey's Anatomy!