Natação para bebês

A natação para bebês é um momento muito divertido e ao mesmo tempo estimula todo o seu desenvolvimento. Os bebês são encorajados a explorarem a se desenvolverem também no meio aquático. Vai ser uma diversão na qual os pais farão parte e aumentarão o seu vínculo com a criança, pois até os três anos de idade, a atividade deve ser praticada com a companhia dos seus cuidadores.

Fato sobre a natação para bebês

Em primeiro lugar, a prática dessa atividade física para os bebês devem ter a autorização do pediatra. Normalmente, eles liberam a partir dos quatro meses de vida do bebê.

Interessante é que como os bebês estavam se desenvolvendo em ambiente aquático, eles têm um reflexo natatório. Esse reflexo permite que o bebê fique em baixo da agua por um tempo sem se afogar. Intuitivamente, faz com que eles abram os olhos, tranquem a respiração e batam os braços e pernas para sair do lugar. Caso este reflexo não seja estimulado com aulas de natação para bebês, irá desaparecer. Algumas pessoas sinalizam que pode ser perdido até o primeiro ano de vida dele.

Outro fato sobre a natação infantil é que essa aula não tem como objetivo ensinar o bebê a nadar. A maior contribuição para os bebês é para o desenvolvimento sensorial e motor deles. Dentro da água, os bebês ganham maior consciência corporal. Melhorando sua consciência corporal, irá deixa-lo mais confiante a explorar e ter maior autonomia. Além de criarem um vínculo social, com outros pais e bebês.

Para a prática da atividade física (que amor!) é necessário que o bebê utilize fraldas apropriadas para a água, evitando possíveis vazamentos dentro da água.

Outro item que você pode agregar para as aulas, são as camisetas para a piscina, uma maneira de manter os filhos aquecidos e protegidos, mesmo para aulas de natação no inverno.

A metodologia da aula de natação infantil

natação infantil, pais e bebês

Como falei no início, a atividade é realizada juntamente com as mães. Isso gera maior vínculo entre mãe e filhos e dá segurança para o bebê, pois está iniciando uma nova atividade juntamente com a pessoa lhe transmite a maior amor, compreensão e conforto.

As aulas costumam ser ministradas de forma lúdica, com músicas para incentivarem as atividades. Dessa forma a criança será estimulada na sua globalidade, gerando prazer, estímulo de vocabulário e fixação de aprendizagem.

As aulas costumam incentivar o auto-salvamento na busca pelo apoio, flutuação, respiração frontal e o nado cachorrinho, por exemplo.

Alguns instrumentos auxiliam a aprendizagem e o divertimento das crianças como: bolas, pranchas, tapetes, boias e escorregas. Irão simular situações de imersões na medida em que o bebê evolui, fazendo que ele experimente novas sensações para se divertir e se desenvolver.

Os benefícios da natação para bebês:

  • Ajuda a desenvolver o sistema motor;
  • Desenvolve a noção de lateralidade, equilíbrio e noção espacial
  • Auxilia no desenvolvimento afetivo,
  • Prepara a criança psicologicamente e neurologicamente para o auto-salvamento;
  • Estimula o apetite;
  • Fortalece o sistema cardio-pulmonar e muscular;
  • Melhora a qualidade do sono;
  • Previne várias doenças respiratórias.

Após as aulas de natação infantil você deve:

  • Faça uma pequena refeição após a natação: amamentar, oferecer uma mamadeira ou até mesmo um pequeno lanche, apropriado para a idade dele. Água dá fome, já dizia minha mãe. Então, melhor repor as energias dele.
  • Em casa, dê um banho gostoso para eliminar o excesso de cloro da pele;
  • Use hidratantes ou óleos recomendados para a idade dele, para que a pele dele não resseque, também por causa do cloro.
  • Deixe-o descansar. Água cansa. Aproveite esse momento de relaxamento do seu filho para descansar também!

Vocês podem assistir a entrevista que foi ao ar no Programa Mamãe & Cia para saber mais os benefícios e como os bebezinhos são incríveis na piscina.

 

Mãe do Cauê e da Catarina, esposa do Diogo Petermann. Casada há 11 anos. Apaixonada por brigadeiro de panela, pipoca e Grey’s Anatomy!
Comente