Como proteger os filhos nas redes sociais?

A internet é um espaço de domínio público. Uma vez publicada a foto ali, ela pode se espalhar e tomar proporções jamais imaginadas. Como pais, nos empolgamos e gostamos de publicar as gracinhas dos nossos filhos, não é mesmo?

Não quero dizer que vocês nunca mais irão poder publicar novamente as fotos dos seus filhos nas redes sociais, contudo, quero alertar para alguns detalhes quando forem publicar. Ok?

7 dicas para pais protegerem os filhos nas redes sociais

  1. Jamais publique uma foto de uma criança desnuda. Talvez você faça isso de forma inocente, mas vale o alerta. Eu sei que está cheio de bumbuns de bebezinhos lindos espalhados na rede, mas é melhor evitar sempre! Sempre que publicar uma foto se questione se isso dá ou não material para pedófilos. Chocante né, eu sei! Infelizmente, existem pessoas que as fotos dos filhos nas redes sociais para fins pornográficos.
  2. Não tire foto que possam deduzir onde a criança está. Agora com os Stories é muito mais comum querer marcar a localização, não é mesmo? Procure ser genérico com o nome do estado ou cidade. Evite foto da fachada do prédio ou da escola. Cuidado com esses detalhes.
  3. Cuidado com as fotos do carro. Não publique fotos onde a criança apareça junto ao seu carro e consigam ver o seu carro e a placa dele. É uma forma simples de localizá-lo.
  4. Chame-o apenas pelo nome. Não identifique o menor com nome e sobrenome.
  5. Utilize outros meios de compartilhamento de fotos com os familiares. No WhatsApp é bem comum ter grupos das famílias. Utilizem esse mecanismo de propagação e divulgação do crescimento das crianças, ou até mesmo o e-mail é mais seguro do que se você publicar nas redes sociais para que pessoas mal-intencionadas possam fazer o download.
  6. Seja criterioso. Não forneça dados dos horários da criança nem das atividades extraescolares em que você a tenha matriculado. Quanto menos informação você der sobre os lugares que frequenta, melhor.
  7. Converse com os familiares. Peça para que eles solicitem autorização antes de publicar uma fotografia do seu filho na internet.

Além das dicas ali debaixo, caso seu filho já seja maior de 13 anos e já tenha um perfil no Facebook, por exemplo, é importante vigiar o que ele está postando. Estabelecer limites de acesso à rede. Mas a sua vigilância se deve, que muitos adultos mal intencionados, vem disfarçados com perfis amigáveis (fotos de paisagem ou animais – sem amigos) e puxam papo com as crianças.

Eu sei que as redes sociais fogem muitas vezes do nosso controle. Precisamos fazer nossa parte, não é mesmo? No mais é pedir muito à Deus por proteção, para que ele cuide dos nossos filhos quando não podemos estar ao lado deles.

Mãe do Cauê e da Catarina, esposa do Diogo Petermann. Casada há 11 anos. Apaixonada por brigadeiro de panela, pipoca e Grey’s Anatomy!
Comente