Teatro: A onça e o bode

Nós somos até o teatro, de novo! 🙂

A mãe adora participar dessas coisas e sempre que tem um teatro infantil, principalmente, depois da primeira experiência! Aquela outra peça, foi de circo. Tinha ficado na dúvida de como ele reagiria à palhaços, já que ele não tinha ficado pertinho de um ainda. Foi tranquilo apesar de não dar abraço ou beijo nos palhaços e nem querer tirar foto. Gostou tanto que faz o pai fazer malabarismos.

 

Essa peça tinha enredo, música e tudo mais. Tinha que prestar atenção para poder entender a história. Deu certo, ufa! 🙂 Também se divertiu um monte. Gostou do bode velho e deu várias risadas. A onça, até que não deu medo, e também era engraçada. A peça foi feita mesmo para crianças, com algumas sátiras que só os adultos entendem. Mas o público inteiro curtiu e participou. A dupla foi super aplaudida no final.

 

A história era um bode velho achou um lugar para morar e quando ele sai de cena. A onça entra reclamando que ela não tem casa, até que ela acha um lugar limpo e bem lindo (que o bode tinha limpado) para ela morar. Os dois juntos ajudam a construir a casa, mas sem saber que estavam tendo a ajuda um do outro. Quando descobrem… foi aquela confusão. Mas no final, os dois percebem que podem vivem em harmonia e serem felizes morando juntos. 🙂

20130824_161444 copy

 

20130824_161821

 

20130824_162746 copy

 

Foram três dias contando o que a gente fez no sábado… hihi… Primeiro nós organizamos os brinquedos com caixas de sapato e antes do teatro, nós fomos conferir a exposição de arte do artista plástico, Juarez Machado.

Foi um super final de semana. Bem divertido e bem cultural.

O teatro é pequeno, mas estava lotado. Estava conversando com duas outras mães, que é uma pena que muitas vezes as pessoas nem ficam sabendo dos eventos culturais das suas cidades. E que as vezes é bem mais barato do que muitas vezes pensam.

 
E vocês, que tem feito de bom e divertido por aí?

 

Beijos

Karin

 

Se você gostou deste post, talvez queira ler mais:

 

Mãe do Cauê e da Catarina 🙂




Comente