Saúde feminina – A importância da prevenção

Nossa saúde é o bem mais precioso que temos e você já deve ter ouvido falar que “mãe não deveria ficar doente”. Mas cuidar da saúde feminina é muito importante. Mesmo antes de termos filhos deveríamos nos preocupar em realizar exames periódicos para que ela esteja sempre em dia, o famoso check-up anual!

Após a primeira menstruação e até mesmo antes de iniciar a vida sexual ativa, deveríamos visitar o médico ginecologista para fazer acompanhamento da nossa saúde. Isso porque além dos exames referentes a saúde feminina, o médico irá fazer uma bateria de exames para verificar colesterol, triglicerídeos, hemograma e urina, por exemplo.

O doutor Jurandir Passos, deu uma entrevista para o site Mulher e disse que “quanto mais cedo um problema for diagnosticado, maior a chance de cura. Conforme os anos vão passando, vamos somando outros exames

Exames preventivos:

Aos 20 anos (ou no início da vida sexual): Papanicolau, ultrassonografia das mamas, colposcopia, ultrassonografia pélvica ou transvaginal.

Aos 30 anos: além dos exames realizados na faixa dos vinte anos, “são recomendados exames para avaliar a função tireodiana TSH, T4 Livre, T3 e ultrassonografia da tireoide”, afirma o médico.

Aos 40 anos: além dos exames realizados anteriormente, passa a ser fundamental a realização de um exame anual de mamografia.

A partir dos 50 anos: “nesse período, quando a maioria das mulheres entra na menopausa, a principal preocupação são os ossos e o coração”, afirma o ginecologista. Por isso, deve ser realizada uma densitometria óssea assim que se inicia a menopausa, além de dosagens hormonais e exames para verificar o metabolismo do cálcio, com o objetivo e acompanhar e prevenir a osteoporose.

Mãe do Cauê e da Catarina 🙂




Comente