Pra mim, nada!

Eu acho que toda mãe já deve ter passado por isso, mas enfim. Sábado eu sai pra bater pernas no centro, um mês de volta a cidade grande e eu não tinha feito  isso ainda, sem contar que ainda faltavam (faltam) alguns detalhes pra casa ficar do meu jeitinho. Saí de casa com a cabeça objetiva: foco nas compras. Ouuuuuu seja, sem comprar coisas desnecessárias!

Olhando mil lojas do departamento infantil, porque o friozinho aqui já dá sinais de manhã, pesquisar preços, cai muito bem pro bolso… hehehe. Loja aqui, loja ali, muitas coisas super legais e descubro uma com 70% de desconto: Pirei! Camisetas por R$ 3,00… alguém me diz como disperdiçar??? Ah, no mínimo você deve estar pensando que deve ser de baixa qualidade: NÃO!!!! Por isso ainda mais o meu ohhhh em relação ao preço. Na sacola quatro pra garantir o próximo verão, óbvio, né!

Na livraria achando um livro mais legal que o outro… E há algum tempo, na minha cabeça estava com aquela coisa: Preciso achar um livro legal pra contar estórinhas antes dele dormir, para substituir os DVDs! Outro pra sacola…

O mais engraçado, é que eu em momento algum parei para olhar ou procurar em alguma coisa pra mim: não parei em lojas de sapatos (quem me conhece, sabe como eu amo eles), olhava as vitrines do shopping e até achava bonito, mas não me dava nem ao trabalho de olhar. Os presenteados foram a casa e o pequeno… Vida de mãe é assim… fazer o que!

Mãe do Cauê e da Catarina, esposa do Diogo Petermann. Casada há 11 anos. Apaixonada por brigadeiro de panela, pipoca e Grey's Anatomy!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *