Planejando a maternidade e vencendo as inseguranças

Se você é mulher, há uma grande probabilidade de já ter encarado essa pergunta, não é mesmo? Umas decididamente dizem não a maternidade enquanto outras sonham com esse momento, planejam e desejam ardentemente esse momento. Ainda outro dia estava “incomodando” de novo minha amiga, querendo saber quando vai vir o baby deles…

Não é por mal, não é cobrança… Eu realmente sonho em ver a Lê grávida!!! Ela me acompanha desde que engravidei do Cauê e sabe de toda trajetória do blog e das crianças. Tenho um carinho super especial por ela!

maternidade-planejamento

Maternidade chega de forma diferente para cada uma!

Ao sonhar com a maternidade, planejei a vida profissional afim de impactar o menos possível a convivência com as crianças. Mas com a ascensão feminina no mercado de trabalho, muitas tem priorizado suas carreiras. A estabilidade financeira  vem primeiro para depois pensar na questão: maternidade.

Biologicamente falando, as mulheres têm o “tempo contado”. Nascemos com a quantidade determinada de óvulos e à medida que o tempo passa, eles vão diminuindo e envelhecendo.

A maternidade para algumas mulheres gera um pouco de medo, principalmente por causa da situação do mundo. Mas desde sempre houve violência e corrupção (lembra que até Jesus foi traído?) e apesar dos pesares, há tanta coisa boa no mundo.

Eu realmente acredito que a educação pelo exemplo ainda é uma das melhores e mais impactantes, pois se você é uma pessoa de caráter e valores, ensinará seu filho a ser assim também.

Acredito que cada mulher tem a sua hora certa. Algumas o relógio biológico dá uma cutuca para lembrar. Outras, assim como eu, só esperam encontrar a pessoa certa para realizar esse sonho e há aquelas que preferem se estabilizar profissionalmente. A maternidade pode e deve ser vivida na sua intensidade.

Gerar uma criança, a partir de duas minúsculas células e carregar no ventre é realmente algo transformador. Quando nos descobrimos nesse universo materno, ele se torna colorido, seja azul ou rosa, e simplesmente nos enche de alegria.

Mãe do Cauê e da Catarina, esposa do Diogo Petermann. Casada há 11 anos. Apaixonada por brigadeiro de panela, pipoca e Grey's Anatomy!

Comente