Muita água nesse verão

O aquecimento global…

Calma, calma… Não vai ser sobre isso que vou escrever, só lembrei que quando dá esses calores exorbitantes a mídia trata logo de lembrar o aquecimento global e daí só falam disso.

Morando na praia, observo muito o clima versus hidratação, tenho medo de que os pais se esqueçam de oferecer líquidos saudáveis para as crianças. A desidratação pode ser muito perigosa para elas, e esse é só um dos fatores pelos quais é importante a água.

Se a criança já fala é bem mais fácil pros pais identificarem quando a criança tem sede. Quando ainda é bebê é importante oferecer água para a criança a cada intervalo de tempo, que você mesmo pode estabelecer.

Se a criança tem certa resistência à água, pode ser oferecida a água de coco, natural, saudável e repositor energético. Foi assim que fiz a com meu filho que não tomava de jeito nenhum água mineral. Comecei com a água de coco in natura mesmo, depois de conversar com a pediatra, comecei a oferecer água de coco em caixinha. Perfeito, meu filho adorou e toma água aos montes.

Só que tudo tem um custo, né! Resolvemos diluir a água de coco, ou seja, fazer metade água de coco e outra metade água purificada. Ele não notou diferença e continua consumindo água do mesmo jeito.

Uma coisa que eu observei claramente, a água influência diretamente no trânsito intestinal do meu pequeno. Ele tem o costume de tomar cerca de 500 ml de água e suco diários, se ele toma menos que isso o intestino dele tranca.

Pra quem já sofreu desse mal, sabe o quão incomodo isso pode ser. Isso fica até de dica para as mamães que observam que o intestino de seus filhos costuma não funcionar como um reloginho. Façam o teste e depois me contem os resultados.

Beijos

Karin

Mãe do Cauê e da Catarina, esposa do Diogo Petermann. Casada há 11 anos. Apaixonada por brigadeiro de panela, pipoca e Grey's Anatomy!

Comente