Mala da maternidade – Como arrumar ela sem excessos

Lembro como se fosse hoje como me senti perdida ao organizar a mala da maternidade com as coisas que iria levar para o hospital. Parecia que precisava levar minha casa toda, porque vai que esquecia alguma coisa! E por ter pensado assim, resolvi compartilhar uma maneira de não “exagerar” na hora de arrumar as malas da maternidade.

1. Lavar as roupas


Por incrível que parece esse é o primeiro passo. Assim você vai saber quais sãos as roupas e os tamanhos, já vai sonhando com quais roupinhas seu bebê vai usar primeiro. Mas isso você pode começar a organizar por volta das 32 semanas. Procure lavar com sabão de coco e amaciante para bebê. Existem algumas marcas no mercado, eu usei Ola e Ruth baby, ambas as marcas possuem sabão líquido e amaciante. Lembre-se de que também é necessário passar as roupas limpas, aliás, você vai fazer isso com tanto amor. Quem diria hein, amar passar roupas??? Kkkk…

2. Selecionar as roupas


Meio óbvio, eu sei! Mas é nessa hora que pescamos por excesso! Quando pensamos em que tipo de parto iremos fazer, logicamente, imaginamos quanto tempo ficaremos internadas na maternidade: de 1-2 dias para parto normal e de 2-3 para cesárea, deixando claro que estamos nos baseando na normalidade.
Então não é necessário levar todo guarda roupa impecável do bebê.

  • 3 Mudas completas de roupas: bodys, calças, meias, luvas, touca, roupa irresistível
  • 2 toalhas de banho
  • 5 paninho de boca
  • Cobertor soft
  • 3 cueiros
  • Cortador de unhas (tem vídeo falando sobre isso aqui)

3. Higiene do bebê

Você vai aprender a cuidar do seu bebê na maternidade. Desde os primeiros cuidados com o bebê, banho, cordão umbilical, fraldas e lenços por exemplo.

  • Sabonete dos pés à cabeça (usei dá Johnson)
  • Álcool 70%
  • Cotonetes
  • Pomada anti assaduras (tem vídeo falando sobre isso aqui)
  • Lenço umedecido (Recomendo dá Johnson RN, amarelo – não deu alergia na Catarina, isso que ela tem a pele bem sensível)
  • Fraldas RN (Pampers abrange um peso maior, garantindo você usar como se fosse a P de outras marcas, por exemplo). PS 2 – não é necessário levar o pacote inteiro, metade já está bom.

4. Coisas da mamãe


É muito importante você deixar suas coisas pré-organizadas. Na gravidez do Cauê, só me preocupei com as coisas para ele e esqueci de organizar as minhas. Resumindo, esqueci metade das coisas em casa e meu marido teve que retornar na maternidade para deixar. Vai parecer ridiculamente óbvio, tão óbvio que é capaz de você esquecer de um ou outro item.
Então separe suas coisas:
* Cinta modeladora
* absorvente pós parto (2 pacotes)
* 3 pijamas de acordo com a estação (verão ou inverno)
* Sutiã de amamentação
* Shampoo, escova de dentes, creme dental e sabonete.
* Toalha de banho e rosto.

5. Bebê conforto

Em relação ao bebê conforto, uma vez eu li que é comum que os pais se batam nas primeiras vezes ao colocar o bebê. Ainda outro dia, fui a maternidade fazer alguma coisa, que acabou não dando certo, e era noite e chuviscava. Tinha uma casal novinho, atrapalhados ao colocar seu filho no bebê conforto pela primeira vez. Por isso, a recomendação é treinar: colocar e tirar uma boneca dali. Faça isso algumas vezes e você vai pegar o jeito tranquilamente. Ah, quanto ao casalzinho, eu ajudei claro! Eles ficaram agradecidos e aliviados… Falei que eles iam pegar o jeito depois do segundo… Kkk… Mas na verdade a gente pega o jeito mesmo é de tanto colocar e tirar eles de lá. Outra coisa importante, é lei utilizar o bebê conforto sempre com o bebê, inclusive escrevi falando sobre isso aqui.

 

Mãe do Cauê e da Catarina, esposa do Diogo Petermann. Casada há 11 anos. Apaixonada por brigadeiro de panela, pipoca e Grey’s Anatomy!
Comente