Leitura é uma herança

É exatamente nisso que eu acredito, vim de um lar que chovia livros, didáticos até porque minha mãe era professora. Lembro que não tinha dificuldades de fazer trabalhos que envolviam gravuras porque eu tinha isso muito disponível, sobravam figuras.

Veio a fase dos gibis, eu e minha irmã tínhamos assinaturas, cada uma a sua; a dela era da Disney e a minha da Turma da Mônica. Na sexta série acho que eu lia um livro por semana, não lembro mais os nomes das coleções, mas lembro do título de um livro: “Os garotos da rua XV”  aí nasceu a minha paixão por livros, seriados, filmes policiais.

Na faculdade (mesmo fazendo 1 ano apenas… kkk) leitura não era obrigatória pra mim, lia alguns livros apenas para fazer uma resenha, meu ex-marido ficava admirado como eu conseguia conectar livros que era aparentemente desconexos.

Sempre tive um sonho: Ter minha própria biblioteca. Ela já tem aproximadamente 80 livros e posso dizer que me orgulho dela, porém posso dizer que me orgulho muito mais dos 10 livros que estão na prateleira abaixo dos meus, pois é ali que guardamos os livrinhos do nosso leitor mirim.

Ele faz questão de ler (orgulho de mãe, será?), pega seus livrinhos e me chama para lhe falar os nomes das figuras. Faço associações do tipo se no livro tem uma janela, mostro a janela de verdade, ou o relógio, o barco, e assim vai. Os animais prefiro de dizer o nome e depois imitar o som que fazem, para assim ir associando.

O amor pelos livros vai nascendo naturalmente, procuro sempre trazer novidades e amo um sebo, lá tem vários livrinhos legais pra eles, mesmo não sendo da faixa etária dele, acho que da maneira que lemos dá pra adaptar. Às vezes acontece dele rasgar os livrinhos que tem as páginas mais finas, procuro ensinar que não deve fazer assim e que estragou e a mamãe vai tentar consertar o livrinho pra ele. Por que será que isso sempre acontece com os livrinhos favoritos, hein? Ah sim, ele tem seus livrinhos favoritos e a Bíblia infantil está entre eles, já está aprendendo até dizer: Bíblia… do jeito dele sai algo meio: Baba.. kkk. Não tenho certeza, mas acho que estamos caminhando certo, e estamos criando o gosto pela leitura, pelo mundo colorido e cheio de vida que existe nas páginas.

E vocês, gostam de ler? Querem que seus filhos tenham esse hábito? Como esperam ou fazem par que eles se interessem pela leitura?

– Blogagem Coletiva organizada pelo Blog Mãemorial, se quiser participar é só deixar o link lá!

Beijos

Mãe do Cauê e da Catarina 🙂




Comente