Famílias reais ou virtuais?

Pokemón Go tirou uma geração da zona de conforto. Verdade é que a Nintendo tem revolucionado o mundo virtual com suas propostas que fazem com que as pessoas saiam das poltronas e começarem a se mexer a exemplo do Nintendo Wii, que quando lançado também foi sucesso. Colocando em vigor a realidade aumentada que até adultos estão aderindo a nova moda loucamente.

A tecnologia tem avançado a tal ponto que tem consumido a atenção de dentro dos lares. Antigamente bastava uma televisão no centro da sala para o pai da família assistir os seus programas preferidos, ou seja, jornal. Era necessário que todos fizessem aquele silêncio para ouvir as notícias e depois que terminava cada um iria para sua cama. Hoje, cada membro da família tem uma tela em suas mãos, podendo ser um tablete, celular ou notebook. A televisão ainda fica ligada em programas diversos e se tem criança normalmente está nos canais infantis.

Quanto mais estamos envolvidos no mundo virtual, parece que mais esquecemos do mundo real, ou não…?

As notificações são pentelhas. Aquele barulho do WhatsApp que chegou, ou aquele aviso na telinha do celular que alguém comentou sua foto no Facebook. Ah, mas lembra de olhar quantas pessoas colocaram o coração no Instagram daquela sua foto comendo sushi. Semana passada, BOOM… Novidade que não quer calar ninguém…. “Snapgram”! Instagram arrebentou com essa atualização, não é mesmo?

Outro dia conversando com um cliente, ele comentou que os funcionários dele têm 20 minutos de intervalo para o lanche, em cinco minutos eles fazem a refeição e o restante do tempo ficam no celular conversando, curtindo ou postando coisas. Nas palavras dele: “nada de útil, nada que vai acrescentar”. Pior, isso não é um caso isolado.

O mundo virtual pode ser realmente muito bom. Existem diversos tipos de cursos online, você pode aprender qualquer idioma sem pagar nada, pode aprender uma nova profissão, receitas de quitutes deliciosos e até o meu blog… kkkk…

Não imagino mais o mundo sem tecnologia. Não mesmo! Mas acredito que depende de nós controlarmos quanto tempo dedicamos a isso. Nossos filhos são o espelho que refletem a nossa pessoa e precisamos ter isso na mente gravado. Para que possamos analisar algumas situações e/ou posturas de forma mais crítica. Não adianta dizer para ele não ficar conectado sendo que você não dedica 30 minutos do seu tempo para ouvir como foi o dia dele, e ao invés de dar exemplo, está tão conectada quanto ele. Ler um livro, brincar de cabaninha, olhar nos olhos e fazer um carinho ainda estão muito na moda!

Não vou dizer que não tenho que melhorar nesse sentido. Tenho e muito! Procuro me policiar e até deixar meu celular em modo silencioso para não ouvir as notificações que chegam. Quando estiver mais tranquila ou que eles já estejam dormindo, posso ligar o computador ou mexer no celular par vasculhar as redes sociais. O negócio é não ficarmos escravos do mundo virtual, e de certa forma isso exige disciplina também. A medida que aprendemos a ter disciplina com o tempo gasto nas tecnologias, ensinamos aos pequenos até mesmo essa virtude tão importante na vida real.

Se deixarmos, o virtual pode influenciar demais nossas vidas, contudo, ainda é importante saber o cheiro das flores, a sensação de pisar em grama e escalar árvores, brincar com a mangueira e tomar banhos de chuva. Eles são crianças e dificilmente irão fazer isso sem incentivos nossos. Não são os desenhos que irão fazer com que eles tenham vontade de criar novas brincadeiras. Somos nós que temos que inventar e fazer com que eles brinquem junto conosco, utilizando a imaginação. Sabe que dá até para fazer coisas legais sem precisar divulgar???

A reflexão é o que vale! Conhecer nossos limites e também os de nossas famílias e dessa forma encontrar um ponto de equilíbrio para gerenciar as atividades relacionadas à tecnologia, mas principalmente dedicar tempo de qualidade para aqueles que realmente amamos e dão sentido às nossas vidas!

 

Se gostou? Compartilha e faça a informação alcançar mais pessoas!

 

 

Mãe do Cauê e da Catarina 🙂




Comente