Eu acredito num mundo melhor


Sim, eu realmente acredito  que é possível vivermos num mundo em que o respeito, as boas maneiras, a ética e o amor prevaleçam. Não estou falando de utopia, tudo bem que olhando de fora parece bem utópico, surreal; porém convivo virtualmente ou não com algumas poucas pessoas que compartilham mais ou menos das mesmas idéias.

Eu paro agora para pensar e começo a ter mais fé que um dia o mundo dos meus filhos, netos ou bisnetos será assim. Não estou falando de mudança radical, mas de uma esperança praticada: quando você não apenas acredita, mas também contribui pra que isso aconteça! O mundo está cheio de coisas ruins e de mal, sim está! Isso é fato, basta acompanhar qualquer telejornal que percebemos que a crueldade está solta.

Contudo essa esperança praticada começa nos lares, pais e mães que querem mudar o mundo, e por que não? Podemos mudar o nosso mundo, a nossa comunidade, a escola dos nossos filhos, os amigos deles. Esse desejo tão verdadeiro e intríseco pode se tornar real sem nenhuma lâmpada mágica, mas com consciência.

O que você faz que pode melhorar o mundo?

Vejo todos os dias mães preocupadas com os modos dos seus filhos, com o que aprendem e com quem aprendem. Vejo pais cada mais mais preocupados em ensinar e conscientizar seus filhos de reciclagem, lixo no lixo, etc. Eu preocupada com a frase acima, procuro ensinar essas e outras coisas, creio que no fundo o blog nasceu com esse intuito de propagar essa consciência, de fazer com que mais e mais famílias acreditem que elas podem mudar o mundo, mesmo que seja aos pouquinhos. É por essa preocupação que procuro me doar pro meu filho, me dedicar de corpo, mente e coração para que ele se torne um homem melhor todos os dias.

E vocês???

Mãe do Cauê e da Catarina, esposa do Diogo Petermann. Casada há 11 anos. Apaixonada por brigadeiro de panela, pipoca e Grey's Anatomy!

2 thoughts on “Eu acredito num mundo melhor

  1. Caio Melo says:

    Olá, querida!

    Muito mais do que qualquer discurso, é o exemplo que ensina e propaga nossos ideais. Ensinamos nossos pequenos não pelo que repetimos incessantemente, mas pelo que eles nos vêem fazer. De nada adianta falar que não se deve mentir e pedir para que minta ao telefone pedindo a ele “diz que eu não estou”.

    Justamente por isso acho que de fato o mundo ainda tem salvação. Não só o mundo como a humanidade! De exemplo em exemplo, vamos contaminando as pessoas ao redor com nossa ação efetiva. Quando somos simpáticos, paramos o carro na faixa para alguém atravessar, devolvemos um troco a mais que recebemos etc… tudo isso vai se espalhando aos poucos.

    Não é utopia nem radicalismo, é uma revolução silenciosa que já acontece e seguirá acontecendo. Basta continuarmos agindo e não só falando.

    Beijão, querida!

    Caio Melo
    @PaisModernos_
    PaisModernos.com.br

Comente