Especial: Dia do Índio

Boa parte de nossa cultura tem influência indígena, basta relembrar as itas, itus, anhanguera, etc. Por isso fizeram um dia especial para lembrar e ensinar as crianças essa cultura tão rica e diversificada.

Pra quem não sabe essa data foi escolhida por Getúlio Vargas porque em 1940 ocorreu no México o primeiro congresso indígena. O mais engraçado é que muitos índios não compareceram por medo mesmo, afinal de contas eles tinham sido perseguidos durante muito tempo pelos “brancos”. (Sua Pesquisa)

Na escolinha do meu filho vão pintar o rosto, já que como eles são muito novinhos e não deixam nada na cabeça. Eu já o ensinei a fazer o barulho do índio, claro que como descendente era preciso ensinar algo!!!

Estava lembrando como essa cultura fez parte da minha infância, ou quem nunca fez a dança da chuva pra poder tomar aquele banho gostoso, hein??

Ensinar nossos filhos sobre os índios vai um poquinho além da dança, claro! Hoje existem diversas tribos que permitem visitações e particularmente acho isso muito legal para o desenvolvimento das crianças, amplia o sentido de mundo, mostra que pode haver vida na simplicidade.

Podemos mostrar também o contato com a natureza, animais, pés descalços na grama, subir em árvores e colher seus frutos ou simplesmente brincar de macaquinho mesmo, tomar banho de cachoeira, explorar trilhas desconhecidas. Ok, sabemos que isso pode parecer meio “normal” da infância, mas será que se não vivêssemos no Brasil, com essa influência toda saberíamos essas coisas? As vezes penso que a selva de pedra engoliu o que nós tínhamos de melhor: a nossa essência.

Enfim, penso que seria muito bom para o desenvolvimento das crianças esse tipo de experiência. Pensando no assunto, lembrei de uma música:

Brincar De Índio – Xuxa

Composição : Michael Sullivan e Paulo Massadas

Vamos brincar de índio
Mas sem mocinho pra me pegar…
Venha pra minha tribo
Eu sou cacique, você é meu par…
Índio fazer barulho
Índio ter seu orgulho
Vem pintar a pele para a dança começar

Pego meu arco e flecha
Minha canoa e vou pescar
Vamos fazer fogueira
Comer do fruto que a terra dá
Índio fazer barulho
Índio ter seu orgulho
Índio quer apito
Mas também sabe gritar

Índio não faz mais lutas
Índio não faz guerra
Índio já foi um dia
O dono dessa terra
Índio ficou sozinho
Índio querer carinho
Índio querer de volta a sua paz

Mãe do Cauê e da Catarina 🙂




Comente