Esclarecendo dúvidas sobre assaduras

O QUE É A ASSADURA?< a name="assadura">

A assadura ou Dermatite das Fraldas é uma inflamação cutânea causada por uma reação às fortes substâncias químicas e enzimas das fezes e da urina, aliada ao acúmulo de calor gerado por essas substâncias. A fralda faz com que essa mistura tóxica fique em contato com o bumbum de seu filho.
Se seu bebê tem uma assadura de contato – causada por uma reação a fezes, urina, sabonete, fralda descartável, calça plástica e/ou diarréia – a área ficará dolorida e sensível. A pele ficará vermelha e irritada. Talvez haja áreas inchadas e ulcerações superficiais. A pele poderá estar seca e descascar, com manchas descoloridas. Se seu filho tiver assadura por fungo – causada pela presença de Candida albicans no trato intestinal – a pele estará macia, brilhante e muito vermelha. As bordas das lesões e erupções estarão bem definidas e talvez haja pontos espalhados na área inguinal (virilha). Peça ao seu médico para diagnosticar a erupção, para que você possa tratar o problema corretamente.
A assadura é comum. Embora possa ocorrer em qualquer época que seu filho esteja usando fraldas, a idade mais propícia à assadura é em torno dos primeiros nove meses. Certos fatores aumentam o risco de assadura. Antibióticos, desidratação e diarréia, por exemplo, tornam a pele mais vulnerável a assaduras. O uso de fraldas descartáveis, além de contribuir para o problema do lixo não-degradável, também aumentou a incidência de assaduras. As crianças que usam fraldas descartáveis são mais propensas a assaduras do que as que usam fraldas de pano.


TRATAMENTO CONVENCIONAL

Se forem tomados cuidados criteriosos com a pele, a assadura deve melhorar em dois ou três dias e passar por completo em mais alguns dias.

Aplique pomada de óxido de zinco na área afetada a cada troca de fraldas para ajudar a secar a área e debelar a erupção. Ao formar uma barreira entre a pele do bebê e as substâncias químicas ácidas da urina e das fezes, a pomada funciona como uma camada protetora.
Se a assadura de seu filho for causada por uma infecção por fungo (Candida albicans), pode ser usado topicamente um antimicótico, como nistatina, niconazol ou clotrimazol.
No caso de infecções crônicas por fungo, pode ser receitado um antimicótico oral, normalmente nistatina, para diminuir a quantidade de fungo no trato digestivo.
Em casos de assaduras persistentes e difíceis, um corticosteróide de uso tópico, como hidrocortisona ou triancinolona, talvez seja necessário para promover a recuperação e reduzir a inflamação. Contudo, os corticosteróides nunca devem ser usados mais de duas ou três semanas, pois podem causar atrofia cutânea.


DIRETRIZES ALIMENTARES

Garanta que seu filho esteja bebendo bastante água. Ajuda a diluir os ácidos irritantes na urina e nas fezes.
A lactante deve eliminar possíveis alimentos alergênicos de sua dieta. Dentre os possíveis agressores encontram-se frutas e sucos cítricos, laticínios, quantidades excessivas de fermentos, açúcar e cafeína. Beba muita água mineral para diluir qualquer substância nociva que possa estar sendo transferida para o bebê através do leite materno.
A assadura pode estar relacionada à introdução de novos alimentos, principalmente alimentos que fazem com que as fezes tornem-se mais ácidas e irritantes à pele do seu bebê. Alguns especialistas pensam que um novo alimento, causador de uma reação, deve ser eliminado para sempre da dieta. Outros crêem que o novo alimento é de difícil digestão apenas porque o organismo não está familiarizado com ele e que, após o corpo do seu filho ter se adaptado, a reação não ocorrerá mais. Uma regra útil que alia essas duas perspectivas é observar seu filho atentamente. Se aparecer uma erupção sempre que for dado um determinado alimento, elimine temporariamente esse alimento. Poderá reintroduzi-lo quando seu filho estiver um pouco mais velho.
Se crê que a assadura do seu filho possa estar relacionada a uma alergia alimentar, talvez queira experimentar uma dieta de eliminação. No entanto, leva tempo para descobrir alergias alimentares dessa forma. No caso de assaduras, use primeiramente medidas tópicas e preventivas.


SUPLEMENTOS NUTRICIONAIS

Os suplementos de lactobacilos são importantes para o bebê ou lactante com Candida. Essa infecção comum por fungo cede com Lactobacillus acidophilus ou bifidus. A lactante pode tomar uma dose regular para adultos, conforme indicado no rótulo do produto. O bebê que toma mamadeira pode tomar 1/8 a ¼ de colher de chá diariamente, no leite, durante duas a três semanas ou até mesmo durante mais tempo, em casos crônicos.
Se a erupção estiver extremamente seca, abra uma cápsula de vitamina E (óleo) e esfregue-a na pele a cada troca de fralda.


TRATAMENTO FITOTERÁPICO

A água morna aumenta a circulação e promove a cura. Um banho de banheira ou de assento ajudará a fazer com que seu filho se sinta melhor. Para acalmar ainda mais a pele, coloque calêndula ou camomila na água.
Se a erupção estiver vermelha e irritada, aplique loção, gel ou creme de calêndula a cada troca de fraldas. É calmante e promove a cura.
Aplique óleo ou loção de prímula, um antiinflamatório natural, a cada troca de fraldas, até que a assadura desapareça.
Se a assadura estiver úmida, espalhe levemente caolim na área afetada.


HOMEOPATIA

Se a assadura do seu bebê estiver muito vermelha, irritada e dolorida, dê-lhe uma dose de Súlfur 9ch, duas vezes ao dia, até que a vermelhidão comece a desaparecer. Contudo, não lhe dê esse remédio durante mais de três dias.
Para casos de assadura persistentes, uma dose de Thuya 9ch, duas vezes ao dia, durante dois dias, será útil.
Se nenhum dos remédios citados anteriormente parecer adequado ao seu filho, um composto homeopático para assadura talvez possa ser útil.


RECOMENDAÇÕES GERAIS

Ar e luz do sol são úteis tanto para prevenir quanto para curar assaduras. Deixe seu filho sem fralda sempre que puder. A criança cujo bumbum recebe ventilação adequada sarará mais rapidamente e terá menos assadura do que a criança que fica coberta de roupas a maior parte do tempo. Nas culturas tropicais, onde as crianças usam menos roupa, a assadura praticamente inexiste.
Quando houver necessidade de fralda, uma fralda de pano frouxa, presa com um alfinete, permitirá a circulação de ar e oferecerá proteção contra acidentes.
Use fraldas de pano, que não irritem, em vez de fraldas descartáveis. Troque as fraldas de seu bebê logo que ele sujar.
Evite usar lenços umedecidos comerciais em seu bebê. Muitos contêm fortes substâncias químicas que podem ser irritantes. Use lenços umedecidos basicamente com hamamélis ou calêndula, ambas seguras e suaves à pele delicada do bebê.
Limpe delicadamente a pele do seu bebê a cada troca de fralda, usando um sabonete neutro e friccionando suavemente. Limpe bem cada dobrinha, enxágüe e seque. Evite usar detergentes adstringentes e esfregar vigorosamente, o que pode piorar a assadura.
Após a limpeza, use uma esponja para passar, na área da fralda, uma mistura de 1 colher de sopa de bicarbonato de sódio dissolvida em 120 mililitros de água mineral. A alcalinidade do bicarbonato de sódio equilibra a acidez da urina e das fezes. Faça uma nova mistura a cada dois dias e deixe-a no trocador.
Se o bumbum do seu bebê estiver vermelho e irritado, aplique loção ou pomada de calêndula e depois polvilhe caolim ou amido de milho.
Se a assadura estiver muito seca, aplique vitamina E (óleo) ou loção de prímula.
Dê ao seu bebê Thuya ou Sulfur.
Dê ao seu bebê um suplemento de Lactobacillus acidophilus ou Lactobacillus bifidus.


PREVENÇÃO

Exponha o bumbum do seu bebê ao ar fresco e à luz do sol sempre que possível.
Use fraldas de pano, que não irritam e são arejadas, e prenda-as com alfinete sem apertá-las, para que o ar possa penetrar na pele. Troque a fralda do seu bebê pelo menos oito vezes por dia.
Use um sabão neutro quando lavar as fraldas do seu bebê e enxágüe as fraldas muito bem. Se estiver usando fraldas descartáveis por considerar inconveniente lavar uma grande quantidade de fraldas, considere um serviço de fornecimento de fraldas de pano. Esse tipo de serviço está em voga e compensa o investimento. Na verdade, pode ser mais barato usar um serviço de fornecimento de fraldas, do que comprar fraldas descartáveis.
Prepare uma mistura de bicarbonato de sódio e use-a na área da fralda.
A cada troca de fraldas, esfregue loção ou creme de calêndula ou vitamina E na pele do seu bebê.


QUANDO CONSULTAR O MÉDICO SOBRE ASSADURA

Como em qualquer irritação cutânea, é possível que a assadura fique infectada. Ao trocar a fralda do seu bebê, procure sinais de maior vermelhidão, inchaço, sensibilidade e secreções. Se perceber qualquer um desses sintomas ou se seu filho tiver febre, demonstrar irritabilidade ou perder o apetite, chame seu médico. Podem ser sinais de uma infecção que talvez precise ser tratada com um antibiótico.

Fonte: Saúde Informações


Mãe do Cauê e da Catarina 🙂




Comente