Dicas de uma mãe de primeira viagem

Como mãe de primeira viagem, quero deixar umas dicas aqui para as futuras mamães:

1. Tranquilidade: pra tudo… pra comprar as coisinhas do bebê, pra arrumar o quartinho, lavar as roupinhas, organizar o chá de bebê e principalmente na hora do parto.

2. Lavar as roupinhas: Olha, é sem muito estresse, viu! Pode lavar tanto na máquina quanto à mão. Como antes de

ganhar o bebê tem muita coisa, eu recomendaria lavar as roupinhas todas na máquina. E depois, quando o bebê já estiver com vocês, você pode lavar à mão (porque são poucas no dia-a-dia) e centrifugar na máquina.
Bom, pelo menos foi essa estratégia que adotamos aqui em casa, deu muito certo. Comecei a lavar as roupinhas com 30 semanas, lá pelas 34 a mala estava prontinha.

Ahh… passar as roupas todas de uma vez, com aquele barrigão é quase impossível… eu fazia isso tudo aos poucos.

3. Atividade física: Procure fazer uma atividade que te traga prazer, hoje existem várias atividades direcionadas para as gestantes: hidroginástica, caminhada, yoga, etc. A atividade física faz muito bem pra mente, pois se torna uma distração, auxilia a controlar a ansiedade, é aquele momento que você tira pra você e pro seu bebê, afinal de contas, dependendo a atividade você pode conversar com oseu bebê enquanto pratica.
Deixa você mais preparada fisicamente para a hora do parto, principalmente no caso do parto normal. E com certeza sua recuperação será bem mais rápida.

Acima de tudo, converse com seu médico a respeito da atividade física mais indicada para você.

4. Namore: Isso mesmo, aproveite para namorar bastante, afinal de contas, depois vem o resguardo… hehehe… aproveite a lubrificação extra que a gravidez proporciona. Seja criativa junto de seu companheiro.

5. Controle a alimentação: Sim, você está esperando um bebê, mas não precisa comer por dois. Afinal de contas, no máximo que terá dentro de você correspondente ao bebê é 6 kilos (se for apenas um bebê), o restante do peso é todo seu. Ah, engordando gradativamente e não exagerado ajuda a previnir as mais indesejadas estrias.

6. Estrias: Não existe milagre que as impeça de aparecer e muito menos desaparecer. Portanto trate de se cuidar, primeiro engordando o recomendado, bebendo muito líquido e sim, passando cremes e óleos. Mas, só o último item não vai ajudar sozinho, é preciso uma combinação de fatores, ok?

7. Informação: Informe-se sobre tudo, pré-parto, parto, pós-parto, amamentação, os primeiros cuidados com o bebê e etc. A informação é a sua mais valiosa bagagem. Não que você vá decorar tudo, ou lembrar de tudo quando precisar, que nada… mas é importante adquirir o conhecimento, mesmo que você não venha a utilizá-lo.

8. Maternidade: Aproveite os momentos que você está lá, afinal de contas há uma série de profissionais a sua disposição para tirar dúvidas e auxiliá-la nos primeiros dias com o bebê.

9. Seios: Durante a gestação prepare seus seios com banho de sol ou buchinha para tirar um pouco da sensibilidade local. Contudo esses cuidados iniciais não fazem milagre por si só. Se não quer sofrer para amamentar, desde a primeira pega do bebê no seu peito verifique se ele está pegando corretamente: é necessário que ele pega grande parte da auréola junto com o bico, caso contrário o resultado será fissuras no seu peito.
Se não conseguires fazer com que ele pegue corretamente, conte com o auxilio das enfermeiras ou do banco de leite para ensinar ele a pegar certinho o peito.

Bom, são essas as minhas dicas, espero que sejam úteis e que todas tenham uma ótima hora.
Beijos

Mãe do Cauê e da Catarina, esposa do Diogo Petermann. Casada há 11 anos. Apaixonada por brigadeiro de panela, pipoca e Grey’s Anatomy!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *