Como aumentar a autoestima após o nascimento dos filhos?

O primeiro trimestre do bebê fora da barriga da mãe é um verdadeiro aprendizado. Em meio as dúvidas e incertezas de como iremos lidar com aquele novo ser em nossas vidas, nos deparamos com uma nova pessoa: eu! Quando olhamos para o espelho não “encontramos” mais aquela pessoa que tinha tempo para tomar banhos de 30 minutos, que usa salto alto, sai com as amigas após o trabalho e tinha sua autoestima nas alturas. Olhamos e vemos apenas uma pessoa cansada, descabela, com olheiras e precisando urgente fazer alguma coisa diferente.

O primeiro filho é uma benção, sem dúvidas e traz muitas alegrias. Mas ao lado dele, tem uma mulher que vai precisar se redescobrir. A autoestima já não está mais confiante quanto antes. As noites mal dormidas nos levam ao desespero de quando iremos conseguir dormir uma noite completa.

Uma criança que não sai do seu peito, muitas vezes, essa amamentação não é tão linda e gera dor e fissuras. Um sentimento ruim vem à mente: “Será que não vou ter minha vida de volta? ” Nesse momento a culpa aproveita para te destruir, afinal de contas, como você pode pensar isso, se ao seu lado tem um bebê lindo, perfeito e que é um verdadeiro presente? É uma sensação dúbia…

Quero te dizer: Calma!

A vida realmente muda muito. Não se cobre muito e também não imagine que a vida bonitinha da popular no Instagram é perfeita como parece. Não é! Não existe ninguém perfeito! Não precisa se crucificar porque você deseja uma noite bem dormida. Toda mãe deseja isso!

autoestima

5 dicas para aumentar a autoestima após o nascimento dos filhos

O filho chegou e você mudou.

– Não adianta deixar a peteca cair.  Aceite essa verdade! Não se baseie no corpo de uma artista famosa e nem em capas de revista. Você é linda, forte, batalhadora e tem um corpo perfeito. Foi capaz de gerar um ser dentro de você e carrega as marcas. Admire seu corpo pela capacidade que ele teve.

Valorize-se!

– Maternidade te fez ainda mais linda! Vai te fazer muito bem começar a se enxergar por esse ângulo sua vida. Abrace esse momento como sendo a melhor coisa na sua vida (mesmo que ele chegou de surpresa!).

Use da criatividade

– Não se estresse em sair comprando roupas novas. Nos primeiros meses seu corpo ainda está voltando ao normal. Dê um tempo para você, procure criar novos looks com o que você já tem. Aproveite para utilizar aquelas blusas que não te serviam mais por causa do barrigão, mas aproveite a calça de gestante o máximo que conseguir – ela não foi barata e é super confortável!

Separe uns minutinhos para você

– As olheiras incomodam, eu sei! As olheiras vão te fazer companhia, encare isso. Invista em um bom kit de maquiagem. Quando olhamos no espelho e vemos uma cara de desanimada, ficamos ainda mais desanimadas. Então crie seu ritual da manhã. Mesmo que consiga realizar ele só às 10h. Não importa! Faça uma maquiagem, mesmo que leve: com base, um lápis de olhos e um batom. Sua autoestima vai agradecer e você vai se sentir muito mais animada em cuidar do seu filho, seu marido e sua casa!

Crie um novo círculo de amizades

– Encontre um grupo que te entenda. Toda mãe precisa ter amigas mães. Nem sempre é fácil, principalmente quando somos novas na cidade. Minha dica para você arranjar novas amigas mães: passeio no shopping ou na pracinha, idas frequentes à igreja ou até mesmo Facebook. Conectar-se à pessoas que estão acostumadas com esse mundo te dará muito mais força para superar qualquer dificuldade que você possa ter. Conversar com pessoas “normais” te fará muito bem, e não importa se o assunto seja apenas fraldas, leites e noites mal dormidas. Você se sentirá muito mais animada após uma conversa com outra mãe. Afinal de contas, mãe sempre entende!

Mãe do Cauê e da Catarina, esposa do Diogo Petermann. Casada há 11 anos. Apaixonada por brigadeiro de panela, pipoca e Grey's Anatomy!

Comente