Comendo sozinho

Eu ach o a auto-descoberta fantástica, cada dia uma surpresa, um novo movimento ou uma nova palavra. As fases não são sempre fáceis, mas são sempre especiais porque junto delas vêm novidades.

Com quase 1 ano e 7 meses o pitchuco aqui está teimando em comer sozinho. O que é muito fofo, claro! Está dando trabalho… Porque o prato, a colher tem que ficar na frente dele, tudo certinho, como manda o figurino, exatamente como gente grande! O resultado na maioria das vezes é uma grande sujeira na roupa, no rosto, na mesa e às vezes até no chão. Ele está aprendendo e acima de qualquer coisa tem que ter paciência (pra variar). Muitas vezes preciso colocar comida na colher porque ele ainda não consegue fazer o movimento completo, entretanto, levar a boca sim.

Nessa hora, ajuda muito aquelas colheres tortinhas, próprias pra essa idade e ideal por causa dos limitados movimentos que eles sabem fazem. As colheres tradicionais do nosso faqueiro, como a de sobremesa, meu filho até con segue comer, mas acho que se lambuza muito mais. Por isso, fico com as tortinhas!

Colher curvada para criança - Tramontina

Às vezes acontece dele ficar com preguiça de comer e eu terminar de dar a refeição, mas acho que isso é só no começo e daqui a pouco ele vai estar se virando muito bem sozinho.

E como foi ou está sendo o processo dos seus filhos se alimentarem sozinhos? Fácil? Complicado? Alguma dica?

Beijos

Karin

Mãe do Cauê e da Catarina, esposa do Diogo Petermann. Casada há 11 anos. Apaixonada por brigadeiro de panela, pipoca e Grey's Anatomy!

3 thoughts on “Comendo sozinho

  1. Cristiane says:

    Sempre deixei a Míriam se lambuzar pra comer. Quando era uma comidinhas diferente, aí a curiosidade era maior assim como a bagunça. Hoje, com 1 ano e 10 meses, ela come praticamente sozinha. Às vezes, quando está distraída ou com sono, termino de dar as últimas colheradas, antes que a fome passe. *risos*

    Só que ela nunca se adaptou com essa colher tortinha. Achei até melhor assim, pq ela ficaria “viciada” em fazer um certo movimento e depois teria que aprender a fazer outro. Trabalho dobrado.

    Gosto muito da colher da Avent. Ela é comprida, tem a “concha” pequena e fundinha. Muito fácil dela manusear.
    Essa aqui http://img.mercadolivre.com.br/jm/img?s=MLB&f=165097665_4961.jpg&v=O

    E sujeira é inevitável. Sempre! =^^=

  2. Priscila says:

    Aqui em casa é só sozinho, ele vai fazer dois anos no fim de julho e já está comendo direitinho.
    A bagunça é uma delícia, lembro dele no começo, colocava as mãos na comida, sempre deixei ele explorar ao máximo, hj em dia ele ainda faz lambança pq as vezes cai da colher, mas tá quase perfeito já,hihihihi

  3. Kira says:

    Beatriz começou a querer comer sozinha mais ou menos com esse tempo, e eu descobri porque ela não tava aceitando comida, eu não tava entendendo o que ela queria dizer, enchi o saco deixei o prato com ela e sai de perto, quando voltei, ela estava comendo sozinha e descobri que era isso que ela queria!
    Hoje ela come muit melhor sozinha do que comigo, lógico que eu vou dar uma assistencia, vejo, dou uma duas colheradas, deixo ela comer sozinha, depois volto e dou mais um pouco.
    Sujeira faz mesmo, nao tem como, mas faz bem, faz parte do aprendizado!

    Beijos

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *