Cirurgias plásticas mamárias são cercadas de mitos

A maioria das mulheres sonha em modificar a aparência dos seios. Tanto que essa parte do corpo é uma das que mais leva o público feminino às cirurgias plásticas. Porém, os procedimentos ainda são cercados de mitos e, por isso, implantes de silicone e reduções mamárias geram inúmeras dúvidas.

Os prós e contras das cirurgias plásticas mamárias

Cirurgias plásticas mamárias

Entre as principais perguntas feitas aos especialistas pelas pacientes que procuram tais modificações estéticas está a questão da amamentação. De acordo com o cirurgião plástico Josinaldo Martins, as indagações costumam girar em torno da possibilidade de os procedimentos causarem dificuldades nesse momento tão importante na vida da mulher. “A redução pode, sim, atrapalhar. Já o implante de silicone não”, explica.

Nesse sentido, a sugestão para quem pretende diminuir o tamanho dos seios é avaliar se deseja ou não ter filhos. E, em caso de resposta afirmativa, aguardar até depois da gestação. “Essa indicação só não vale quando o volume das mamas acarreta problemas de saúde, como desvio na coluna, postura viciada, dores prolongadas”, complementa.

Dúvidas comuns sobre os implantes de silicone

Já no caso dos implantes de silicone, Martins esclarece que, quando colocada corretamente, a prótese fica atrás da glândula mamária ou do músculo peitoral. Dessa forma, não impede ou prejudica a amamentação e, ainda, não dificulta a detecção do câncer de mama, como muitas pessoas podem imaginar.

Ele ressalta que a recomendação da mamografia para mulheres que optaram pela mamoplastia de aumento também é anual a partir dos 40 anos de idade. No entanto, o exame precisa ser feito com mais atenção. Sendo necessário realizar algumas manobras na prótese e, quando necessário, completado por ultrassom ou ressonância magnética.

Outra dúvida frequente entre as mulheres é em relação a mudanças nos seios após a gravidez. Ao contrário do que se pensa, a prótese de silicone permanece intacta mesmo depois da amamentação, porém, as mamas podem murchar e ter sobra de pele. Nesses casos, um ajuste pode ser necessário, trocando ou não a prótese por outra maior.

Sobre Josinaldo Martins

É especialista em Cirurgia Plástica. Membro da Sociedade Brasileira de Cirurgia Plástica e também da International Society of Aesthetic Plastic Surgery. Atualmente, possui clínica em Jaraguá do Sul, no Norte Catarinense.

Fonte: Josinaldo Martins, cirurgião plástico – www.josinaldomartins.com.br.

Mãe do Cauê e da Catarina, esposa do Diogo Petermann. Casada há 11 anos. Apaixonada por brigadeiro de panela, pipoca e Grey’s Anatomy!