Bloggar nem sempre é fácil

watch

 

 

Oi pessoas…

Estive lendo um post, recentemente, em um blog materno que compartilhava o sentimento de não conseguir atualizar o blog constantemente. Visitando alguns blogs de amigos e por vezes até o meu próprio passou por fases assim. Fases em que a rotina se tornava tão complicada e corrida que mal podia esperar pela hora de dormir.

 

Já tive meu tempo que ficava em casa, com o pequeno em meio período na escola, que podia fazer as coisas da casa, cuidar dos clientes e ainda atualizar e comentar os blogs. A realidade está bem diferente por aqui. Agora levanto às 06h00, enrolando até as 06h25 muitas vezes, me arrumando e tentando arrumar o pequeno. Sabe a correria matinal de quem tem que às 07h00 estar no Centro de Educação Infantil e estar no trabalho quase que ao mesmo tempo. Pois é… essa é a correria de todas as manhãs em casa.

Dia inteiro no trabalho coletando milhares de informações catarinenses, dias com horários normais e outros dias com hora extra. Pegar menino na escola, voltar pra casa, fazer janta/almoço, comer, brincar, pular, correr, dançar, chorar, rir, tomar banho e o dormir. Tem dias que não dá vontade de relaxar assistindo um filme ou ligar o computador. Aquele aparelho que já passou o dia inteiro na frente dele e provavelmente às 22h00 está com dor nos pulsos de ter digitado milhares de palavras.

 

Ler, comentar e bloggar não são atividades para serem feitas na correria. Sei que tem muitas pessoas que comentam os textos com leituras dinâmicas. Não entram na profundidade da escrita do texto. Quem é blogueiro desse tipo de texto, há de concordar comigo. Não é fácil ter inspiração e escrever sobre assuntos complexos como educação, saúde e comportamento, por exemplo. Muitas vezes é preciso uma pesquisa prévia e demora-se horas para construir um texto bacana.

 

Hoje em dia bloggar virou moda. Todo mundo tem um blog. Não sabem o que fazer da vida e criam um porque ouviram que dá pra ganhar dinheiro no Jornal Hoje. Acham que vão criar um domínio e ganhar milhões de dinheiro da noite pro dia. Mas não é assim.  Eu acredito que a arte de bloggar requer carinho, dedicação, amor ao tema do blog e muita persistência. E mesmo assim, muitas vezes, o dinheiro demora para aparecer ou nem aparece!

 

Na rotina materna/paterna, muitas vezes é complicado achar um brecha querida e amada para se dedicar à escrita do site. Além da criatividade, inspiração e temática e precisa-se de tempo para escrever algo com conteúdo, algo que possa atrair atenção de leitores e também outros blogueiros. Quem acha que os blogueiros da mesma temática não precisa gostar do seu blog, está muito enganado. A vida de blogueiro requer trocas de links, de post, de respeito e acima de tudo de companheirismo. E isso não se pode conquistar com um comentário: “Muito legal o texto! Visita o meu blog. Beijos!”

Poxa, se você é blogueiro e presa pelo conteúdo do seu próprio blog, então, indico que dê atenção aos comentários que faz em outros blogs. Juro que tem vezes eu não comento em alguns porque, simplesmente, não há o que se comentar no post. Fazer o quê!?

 

Voltando ao assunto de não atualizar o blog. Hoje na minha rotina mega agitada nem sempre consigo um tempinho para escrever. Mas isso não quer dizer que eu não pense no blog com carinho ou vá, algum dia, desistir dele. É meu cantinho especial de pesquisas e compartilhamentos. Lugar onde conheço pessoas, troco ideias, aprendo, sorrio e às vezes choro. Lugar de desabafo, de curiosidade, meu lugar especial onde coloco todo o meu mundo. Virou um diário que nem sempre consegue ser diário. Desejos e fantasias, aspirações, desânimos e todo um mix de sentimentos e pensamentos se juntam e transbordam. E é assim que vejo os outros blogs, não abandonados pelo tempo ou descaso, mas pessoas que estão muito bem ocupadas em seu tempo: vivendo a própria vida.

 

Beijos
Karin

 

Se você gostou deste post, talvez queira ler mais:

 

Mãe do Cauê e da Catarina 🙂




Comente