A mulher moderna

São 6 horas da manhã.
O despertador canta de galo e eu não tenho forças nem para atirá-lo contra a parede…
Estou tão cansada… não queria ter que trabalhar hoje… Queria ficar em casa, cozinhando, ouvindo música, cantarolando, até…
Se tivesse filhos, gastaria a manhã brincando com eles.
Se tivesse cachorro, passeando pelas redondezas.. .
Se tivesse aquário? Olhando os peixinhos nadarem… Se eu tivesse tempo… gostaria de fazer alongamento. .. brigadeiro.. .
Tudo menos sair da cama e ter que engatar uma primeira e colocar o cé rebro pra funcionar.

Gostaria de saber quem foi a mentecapta, a infeliz matriz das feministas que teve a estúpida idéia de reivindicar direitos de mulher…
Queria saber PORQUE ela fez isso conosco, que nascemos depois dela…
Estava tudo tão bom no tempo das nossas avós…
Elas passavam o dia a bordar, trocar receitas com as amigas, ensinando-se mutuamente segredos de molhos e temperos, de remédios caseiros, lendo bons livros das bibliotecas dos maridos, decorando a casa, podando árvores, plantando flores, colhendo legumes das hortas, educando as crianças, freqüentando saraus, tomando juntas um chá, fazendo compras para casa, para eles e para ELAS!!!
ENFIM, a vida era um grande curso de artesanato, lazer, medicina alternativa, poucas obrigações e culinária.

Aí vem uma fulaninha qualquer que não gostava de sutiã nem tão pouco de espartilho, e contamina várias outras rebeldes inconseqüentes com idéias mirabolantes sobre:
” VAMOS CONQUISTAR O NOSSO ESPAÇO”!!!
Que espaço, minha filha???
Você já tinha a casa inteira, o bairro todo, o mundo aos seus pés.
Detinha o domínio completo sobre os homens, eles dependiam de você para comer, vestir, prá tudo!!!

Que raio de direitos requerer ?
Agora eles estão aí, são homens todos confusos, que não sabem mais que papéis desempenhar na sociedade. Competindo e fugindo de nós como o diabo foge da cruz…
Essa brincadeira de vocês acabou nos enchendo de deveres, isso sim.
E nos lançando no calabouço das OBRIGAÇÕES, DEVERES, TERCEIRA JORNADA???

Antigamente, os casamentos duravam para sempre, tripla jornada era coisa do Bernard do vôlei, e olhe lá, porque naquela época não existia Bernard do vôlei.

PORQUE?????? ????????? ????????? ??

Me digam PORQUE um sexo que tinha tudo do bom e do melhor, que só precisava ser frágil, foi se meter a competir com o macharedo?
Olha o tamanho do bíceps deles, e olha o tamanho do nosso. Tava na cara que isso não ia dar certo!!!

Não agüento mais ser obrigada ao ritual diário de fazer escova, maquiar, passar hidratantes, escolher que roupa vestir, e que sapatos combinar, que acessórios usar… tão cansada de ter que disfarçar meu humor, minhas cólicas, e…

De sair sempre correndo, ficar engarrafada, correr risco de ser assaltada, de morrer atropelada, passar o dia ereta na frente do computador, com o telefone no ouvido, resolvendo problemas que nem são meus!!!

E como se não bastasse, ser fiscalizada e cobrada (até por mim mesma) de estar sempre em forma. Cheirosa, sem celulites, sem estrias, depilada, sorridente, com as unhas feitas, sem falar no currículo impecável, recheado de mestrados, doutorados, e especializações ufaaaa!!!

E as compras de mercado, a alimentação de TODOS, a arrumação da casa, a faxina (ou faxineira), a … Viramos super mulheres e continuamos a ganhar no mercado de trabalho bem menos do que eles…
Não era muito melhor ter ficado fazendo artesanato na cadeira de balanço???

CHEGAAAAAAA! !!…

Eu quero alguém que pague as minhas contas.
Que abra a porta para eu passar.
Que puxe a cadeira para eu sentar.
Que me mande flores com cartões cheios de poesia. Que faça serenata na minha janela…

Ai, meu Pai!!! Já são 6:30h, estou atrasada…
Tenho que levantarrrrrr, hoje é dia de rodízio???
De por o lixo lá fora!!!…
E tem mais…
Sabe mesmo que eu quero???
Quero alguém que chegue do trabalho, sente no meu sofá, coloque os pés pra cima e diga:
– “Meu bem, me traz uma geladinha, por favor?”…
Vocês pensam que eu tô ironizando?
Estou falando sério!!!
Estou abdicando do meu posto de mulher moderna…
Troco pelo de posto da “AMÉLIA” !!!

AUTORA: Uma mulher comum cansada da Vida!!!

Adauto Marin Molck

Mãe do Cauê e da Catarina, esposa do Diogo Petermann. Casada há 11 anos. Apaixonada por brigadeiro de panela, pipoca e Grey’s Anatomy!

3 thoughts on “A mulher moderna

  1. Carlos Buck says:

    As mulheres verdadeiramente tiram postos de trabalho dos homens.
    Não há psicólogo que levante a auto-estima de um homem sem trabalho.
    Como os postos de trabalho não são infinitos vemos que a equação não fecha.

    Tenho uma teoria que se as mulheres parassem de trabalhar o salário dos
    homens dobraria.

    O problema é que alguns homens covardes se valem do poder(dinheiro-trabalho)
    para desreipeitar e humilhar as esposas, tendo inclusive uma segunda mulher(amante).

    Eu sou cristão e creio que Jesus facilmente resolveria esta boba disputa
    ancestral entre homens e mulheres

    Fiquem com Deus

  2. Julli says:

    Oiiiii amiga, que saudadeeeeeeee!

    Incrivel, acordei com esse pensamento hj, rs, se vou ser uma eterna amelia ou se vou querer ser uma profissional…pensei na casa, no bebe, nos passeios e viagens fora de hora…e por enquanto vou continuar sendo amelia…ja trabalhei muito fora e era muito sobrecarregada! Agora mesmo to aki no chao com meu bebe brincando(quase engatinhando) vendo filme e comendo pipoca debaixo do edredon…oooo vida boa! rsrsrs

    Bjsssss

  3. carol garcia says:

    bacanérrrrrrimo!
    ando me sentindo assim, quase que todo dia.
    e não… tô aqui trabalhando igual a uma camela, ganhando bem menos que meus colegas “de pinto” e já maquinando o que vou fazer primeiro depois que sair daqui: pasar no mercado ou comprar aquela sobremesa básica pro almoço com o sogrão.
    pode isso?
    me revoltei.
    feliz era a vovó que tinha muque pra passar roupa com ferro à brasa.
    bjo e bom final de semana.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *