A dor do parto – O fisiológico contribuindo para o nascimento

Sempre que eu converso com alguma mulher que ainda não é mãe, elas normalmente manifestam o medo que tem de sentir a dor do parto. Na verdade, é bem compreensivo que se sinta com medo do desconhecido, afinal de contas, ninguém gosta de pisar em ovos. Mas por outro lado também é verdade que se a dor fosse tão insuportável, ninguém mais teria filhos por parto normal.

Quando falamos de dor podemos dizer que ela é relativa, e enfrentamos as mais diversas dores na nossa vida: dor de dente, de cabeça, de estômago, de rim, de garganta, daquele chute no cantinho do sofá, etc. Cada uma dessas dores elas podem ter maior ou menor amplitude dependendo da pessoa que está sentindo. A dor que é suportável para você, pode não ser para mim.

A dor do parto

dor do parto

  • Existe como passar por um parto normal se sentir dor?

Não! É a dor que vai estimular você a fazer força na hora certa para auxiliar o seu filho a sair da barriga.

  • É possível fazer um parto normal com anestesia?

Sim! Mas nem todas as instituições oferecem. E ainda assim não é muito recomendado, pois além de prolongar mais o parto, você pode sofrer com os efeitos colaterais. Assista esse vídeo.

  • Existem outras formas de aliviar a dor de parto?

Sim! Sentar na bola de pilates e rebolar é um bom exercício que além de aliviar o desconforto da dor também vai fazer com que a dilatação acelere. Relaxar em um banho quente também é recomendado. Se esticar na escada de alongamento, normalmente tem isso nos hospitais.

A dor do parto é o combustível instintivo para o nascimento

20130816100720834174o

A dor é um desconforto do corpo de que tem alguma coisa errada, nesse caso, não tem nada de errado. O maior milagre está prestes a acontecer. Ele é suportável e vai chegar o momento que você vai querer desistir e por isso quero que se lembre: Quando você estiver nesse momento (de verdade) vai estar muito próximo a chegada do seu filho. Experiência de uma mulher que passou por dois partos normais.

O mais importante de tudo é você está bem informada sobre parto e amamentação, porque as duas situações você irá vivenciar no mesmo dia. Assista o filme O Renascimento do Parto e O Começo da Vida e sinta-se inspirada por milhares de mulheres que já vivenciaram essa dor e superaram. Nada é mais emocionante que vencer as dores e segurar seu filho nos braços.

É emocionante demais!

Mãe do Cauê e da Catarina, esposa do Diogo Petermann. Casada há 11 anos. Apaixonada por brigadeiro de panela, pipoca e Grey’s Anatomy!
Comente